Carregando

Há mais de 10 anos no segmento de petfood.

Amigos da Família

Os benefícios de ter um cão ou gato para chamar de seu!

Elevação da autoestima
Sabe aqueles dias em que parece que caiu uma bigorna na sua autoestima e ela foi parar lá no subsolo? Pois bem, esses dias acabaram. No momento em que você pisar na sua casa e seu cãozinho te receber com aquela festa digna de comemoração de gol na Copa do Mundo, você vai resgatar seu amor próprio rapidinho. Aliás, quando você estiver carente, é só dar uma volta com seu cão que sempre alguém irá puxar um papo na rua (por causa do seu bichinho, claro, mas quem se importa?).
Melhora da capacidade de organização
Você pode ser a pessoa mais caótica e desregrada do mundo, porém, quando existe um animal que depende de você, será necessário estabelecer uma rotina e o mínimo de organização com horários de refeição, passeios, lugar de xixi, cocô e por aí vai. Como o ato de cuidar de um cão ou gato é extremamente prazeroso e lúdico, quando você menos perceber, já terá incorporado novos hábitos e, quiçá, terá organizado melhor sua vida em torno dos cuidados com seus amigões.
Extermínio do sedentarismo
Você não precisa correr a maratona com seu peludinho, nem dar uma de monitor de festa de criança, mas a interação com o cão exigirá um pouco de esforço físico, mesmo que seja dar uma voltinha no quarteirão. Para quem curte atividade física, o cão é mais um estímulo para gastar energia; para os sedentários, é um pequeno passo para descobrir os prazeres de se movimentar e largar o sedentarismo para trás.
Valorização do papel de educador
Quando você tem um cão ou gato, significa que você é o tutor dele; ou seja, é o responsável pelos cuidados e educação deste pequeno ser. Tem cachorro que bastam alguns “nãos” e petiscos que ele já aprende o que é permitido ou proibido fazer. Agora, tem bicho que vai fazer você suar o bigode na hora de ensiná-lo sobre direitos e deveres caninos. Por isso, durante este processo árduo de ensino/aprendizagem, é provável que você se lembre de quando era teimoso e se negava a aprender o que pais, professores e outros tutores da sua vida tentavam te ensinar para o seu próprio bem. Você verá o quão difícil é ser um educador ao mesmo tempo em que descobrirá a incrível sensação de conseguir ensinar algo de valor para alguém.
Desenvolvimento da capacidade de comunicação e da empatia
Cães e gatos não falam, nós não aprendemos a linguagem dos latidos e miados na escola, mas mesmo assim, existe um canal de comunicação entre humanos e seus cachorros ou gatos. Como? Por meio da empatia, quando tentamos nos colocar no lugar do nosso pet – assim como fazemos com nossos bebês humanos – e descobrir o que ele está sentido e do que ele está precisando. Este é o benefício mais belo, porque quanto mais você desenvolver a empatia na relação com seu gato ou cachorro, mais empático será também com as pessoas e mais solidariedade existirá no mundo.
Fonte: Portal Melhores Amigos